Foto do produto Máscara de Proteção N95 PFF2 S - KIDY
Foto do produto Máscara de Proteção N95 PFF2 S - KIDY
Foto do produto Máscara de Proteção N95 PFF2 S - KIDY

Máscara de Proteção N95 PFF2 S - KIDY

De: R$ 18,90
Por: R$ 5,90

Ou R$ 5,61 à vista no boleto ou depósito.

Em estoque

  • Visa
  • Master
  • Diners club
  • Elo
  • American express

MÁSCARA DE PROTEÇÃO N95 PFF2 BRANCA - KIDY
A máscara de proteção N95 pff2 branca é um equipamento de proteção individual que funciona como uma barreira contra contaminações de vias aéreas.

A máscara de proteção N95 é um modelo de respirador de utilização hospitalar, que filtra elementos contaminantes em forma de aerossóis. Sua eficácia de filtragem é de 95% de todos os vírus e bactérias que possam ser despejados no ar em forma de gotículas.

A máscara N95 é um acessório muito utilizado por equipes de saúde, por trabalhadores rurais ou trabalhadores industriais expostos a produtos químicos, poeira ou fumaça.

A principal característica da máscara N95 é a capacidade de filtrar qualquer partícula, seja ela um vírus, bactérias, ou mesmo pesticidas, fumaça e poeira.

A pandemia gerada pelo novo coronavírus aumentou a demanda por equipamentos de proteção e ocasionou uma interrupção na cadeia de suprimentos, acarretando escassez de estoque em todo o mundo. Portanto, é recomendação da OMS (Organização Mundial de Saúde) que esses equipamentos tão importantes para prevenção de contágio dos profissionais de saúde que lidam diariamente com o atendimento de infectados sejam usados de forma racional.

Ajuste facial:

Capacidade da máscara de cobrir adequadamente a área do nariz e da boca, de modo que previna a inalação e a contaminação cruzada entre o profissional de saúde e os pacientes, essa especificamente exige teste de vedação antes do uso.
Indicação de uso:

As máscaras N95 foram projetadas para reduzir a exposição do usuário a contaminantes biológicos no ar;
A máscara, além de ter capacidade de reter gotículas, apresenta proteção contra aerossóis contendo agentes biológicos, como vírus, bactérias e fungos, em ambiente hospitalar;
Recomendado para proteção das vias respiratórias e redução das exposição contra certos aerodispersóides, incluindo as geradas por cirurgia a laser, e outros instrumentos médicos elétricos;
Indicada procedimentos que gerem aerossóis, nos casos de intubação ou aspiração traqueal, ventilação não invasiva, ressuscitação cardiopulmonar;
Protege contra agentes etiológicos da Síndrome Respiratória Aguda Grave.
Composição:

Desenvolvida com 2 camadas de TNT tecido não tecido PE laminado, sem fibra de vidro e livre de odores de uso odonto-médico-hospitalar, mais uma camada de elemento filtrante que retém contaminantes em forma de aerossóis sólidos e líquidos.
Características do produto:

TNT (tecido não tecido);
2 camadas;
Elemento filtrante com eficiência de filtração atendendo as normas;
Clipe nasal;
Cor branco;
Sem válvula;
Duplo elástico para ajuste de vedação.
Especificações Técnicas:

Eficiência da filtragem bacteriana (BFE): Eficiência do material de filtragem como uma barreira para a passagem das bactérias (BFE 96,8%);
Eficiência de filtragem de partículas (EFP): Eficiência de filtragem de partículas da máscara (EFP 98%)
Queda de pressão (P) (respirabilidade): Permeabilidade do ar na máscara, medida através da determinação da pressão diferencial (6,5mmH2O).
Qual o tempo de uso da máscara N95?

A forma de utilização da máscara N95 é diferente daquela recomendada para máscaras cirúrgicas, que devem ser descartadas e substituídas logo que após duas horas de uso.

A máscara N95 pode ser utilizada de forma prolongada, pois isso minimiza o manuseio de equipamento e, assim, minimiza o também o risco de contrair doenças respiratórias. No entanto, é necessário que a máscara sempre permaneça adequadamente ajustada ao rosto para que mantenha suas funções.

Se a máscara ficar folgada, sua eficácia se anula e, assim, acaba por se tornar um equipamento mais perigoso do que de proteção.

É necessário também se atentar que a utilização das máscaras não libera da constante higienização das mãos e da atenção em relação aos cuidados básicos em relação à atenção ao toque do rosto, que deve ser sempre evitado.

Em relação ao descarte:

Descarte a máscara após procedimentos que gerem aerossóis contaminantes;
Faça o descarte caso a máscara seja contaminada por fluidos corporais;
Se a utilização estiver relacionada ao ambiente médico-hospitalar, descarte a máscara caso saia das áreas destinadas ao tratamento de doenças infecto-contagiosas.
Caso precise manusear a máscara N95 e qualquer outra, de qualquer outro modelo, lave suas mãos antes de tocá-la e imediatamente depois de tocá-la, evitando ao máximo, encostar em outras partes do corpo ou objetos.

Referência Normativa:

ABNT-NBR 13698-2011 – Equipamento de proteção respiratória- Peça Semi Facial Filtrante para partícula
Liberação da ANVISA para produção e comercialização.